Sobre o blog

Bem-vindos ao blog “Oriente-se”. Como o primeiro post desse espaço, nada mais apropriado que expor à que ele veio. Segundo o admirável dicionário de Antônio Houaiss, o verbo “orientar” (cuja primeira pessoa do presente do subjuntivo é “oriente”) pode significar, entre outras coisas, indicar a direção, guiar, influenciar, instruir, direcionar, estimular, incentivar… Hão de notar que palavras pertencentes a esses campos semânticos são apropriadas para a proposta desse blog que, se ainda não revelei, é a de tecer minhas opiniões acerca de obras cinematográficas e literárias, mas, quem sabe, também de outros assuntos, como música, arte e tudo mais que eu achar pertinente.

O título do blog estaria, então, explicado, certo? Temo dizer que não, ou melhor, parcialmente e, importante dizer, apenas de maneira secundária. Explico… Ao escolher o título desse blog optei por uma abordagem lúdica da palavra “oriente”, tentando explorar a homonímia possibilitada pela língua portuguesa. Ora, “oriente” além de poder ser um verbo (como explorado acima), pode também ser um substantivo, que faz referência à porção mais ao leste de nosso planeta. Para fins de entendimento, considerarei como “Oriente” toda a Ásia e o Oriente Médio, incluindo aí a parte norte da África.  Reelaborando: entendo aqui o Oriente como sendo do Japão ao Marrocos, passando pela China, Índia, Irã, Turquia – por que não? –, Iraque, Egito…

Meu objetivo com o blog, portanto, é comentar sobre assuntos ligados ao apaixonante Oriente – do qual pouco sabemos – de modo que, oxalá, possa despertar (ou, como evoca o verbo “orientar”, estimular, incentivar…) o interesse de quem por ventura passar por aqui. Espero, com isso, no mínimo ter a possibilidade de escrever sobre algo que, mais do que me fascina, me é uma necessidade. Se nessa empresa eu puder agradar alguém e, melhor ainda, descobrir outros “loucos” como eu, os dividendos, então, serão incomensuráveis.

Um último esclarecimento se faz importante. Não terei nenhum tipo de preconceito quanto a gêneros e estilos. Sei o que “cobrar” de um best-seller e o que esperar de um clássico. Aguardem um material diversificado por aqui… Além disso, não pretendo fazer verdadeiras análises críticas e não esperem textos de profunda erudição (na boa acepção da palavra). Não que eu não goste de textos meticulosamente construídos, mas simplesmente quero algo mais simples, numa linguagem que – quem sabe? – eu falaria com um amigo em um bar. Pretendo atualizar com regularidade o blog, mas as condições que a vida nos impõe nem sempre são favoráveis, logo posso ter que me ausentar por períodos mais longos. Mas me esforçarei para escrever pelo menos uma vez por semana. Para finalizar, sintam-se livres para me contatarem. Prometo ler e responder a todos os e-mails, mesmo que demore um pouco.

No mais, espero que a estadia de vocês por aqui seja tão agradável quanto o tempo que me dedicarei a esse espaço.

Rafael

Anúncios

Comente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s